Notícias

Racismo em transmissão de jogo da Série B faz emissora goiana demitir radialistas

Racismo em transmissão de jogo da Série B faz emissora goiana demitir radialistas

access_time 2 semanas ago

Os comunicadores usaram expressões ofensivas para se referir ao jogador Celsinho, do Londrina, que enfrentou o Goiás neste sábado. Eles se desculparam, mas não adiantou

Na tarde deste domingo, 18, a Radio Bandeirantes AM de Goiânia divulgou nota de repúdio em relação às falas racistas emitidas pelo narrador Romes Xavier e pelo repórter Vinícius Silva durante a transmissão do jogo Goiás 0 x 0 Londrina, realizado neste sábado, no Estádio da Serrinha, na capital goiana. A emissora exigiu a demissão dos profissionais e a equipe Feras do Esporte, que terceiriza o futebol da empresa, comunicou a dispensa de ambos.

Os comentários reprováveis foram aos 22 minutos do segundo tempo, sobre o cabelo do meia Celsinho, do Londrina, que estava caído no gramado. O narrador disse que o jogador estava com dificuldades para se levantar porque o cabelo estava “pesado demais”. O repórter emendou, comparando o visual de Celsinho a “uma bandeira de feijão” e comentando a estética visual do rapaz como “um negócio imundo”.

Na nota, publicada no Instagram, a Bandeirantes Goiânia disse repudiar “com veemência” qualquer ato que possua cunho ou menção racista a qualquer pessoa, “dentro ou fora do futebol”.

No mesmo texto, a rádio disse ter solicitado a “imediata rescisão contratual”, “sem prejuízo de outras penalidades contratuais que vierem a ser necessárias”. Também na mesma postagem, foram marcados os perfis do clube paranaense (@londrinaec) e do jogador (@celsolhj) na rede social.

Compartilhe essa notícia

Comentários